GREVE NA UFRJ E NO BRASIL




Professores em Greve!
    Na última terça-feira, os professores da UFRJ, reunidos em assembléia, decidiram deflagar greve por tempo indeterminado, somando-se assim a uma mobilização nacional dos docentes por mudanças no plano de carreira, reajuste salarial e melhorias nas condições de ensino. Os professores defendem o plano de carreira apresentado pelo ANDES-SN e o cumprimento do acordo assinado pelo governo federal no ano passado. Vale lembrar que os professores estão tentando negociar desde abril de 2011, sem grandes resultados, e que a proposta de reajuste salarial para 2012 é somente de 4%, ou seja, abaixo da inflação.
    A greve nacionalmente só ganha força. Esta é a maior mobilização docente desde 2001. Já são mais de 40 universidades federais em greve. Aqui no nosso estado a UFF, a Unirio e a Rural estão entre elas. No ano em que será votado o Plano Nacional de Educação no Congresso, e quando se completam 5 anos do decreto de Restruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), essa mobilização ganha um caráter único.
    Se há uma oportunidade de conquistarmos melhorias para a educação pública brasileira é agora. O ANDES-SN e a FASUBRA já estão convocando uma grande passeata em Brasília no dia 05\06. A situação atual demonstra que é necessário expandir a universidade com qualidade, o que só pode ser realizado com 10% do PIB para educação pública, revertendo assim a precarização do ensino imposta pelas metas do REUNI.


E os estudantes?

Assembleia dos estudantes do Colégio de Aplicação deflaraga greve estudantil
    Em várias universidades, os estudantes não só apoiaram, mas também entraram em greve, somando-se aos professores nos questionamentos sobre a política educacional do governo federal. Diante da greve, cabe aos estudantes da UFRJ debaterem o que está por vir.
    O DCE Mário Prata e os Centros Acadêmicos da UFRJ aprovaram em suas últimas reuniões a campanha “Pra Universidade Pública Não Virar Privada” defendendo uma universidade pública, gratuita e para todos. No último conselho de CA’s (terça feira dia 22/05) foi decidida a incorporação das atividades da campanha no calendário da greve e o indicativo de greve estudantil. Além de assembléias locais espalhadas pela UFRJ, com o objetivo de compartilhar todas as informações sobre a greve, vamos organizar uma grande assembléia geral de estudantes para deliberar sobre os rumos de nossa mobilização.
    O objetivo deste processo é poder ouvir a opinião de todos, incorporando as críticas e sugestões, para que o atual cenário traga vitórias concretas ao invés de prejuízos aos estudantes. Nossa universidade tem um Hospital Universitário caindo aos pedaços, cursos sem professores e laboratórios, e um alojamento em péssimas condições. Esses e os demais problemas só serão solucionados com os estudantes cobrando soluções.
    Chegou a hora dos estudantes da UFRJ tomarem uma posição. Vamos nos organizar, elaborar nossas pautas e ganhar as ruas em defesa de uma educação pública de qualidade!

Blog da greve da UFRJ ---> http://ocupanciaufrj.blogspot.com.br/
 
Assembleia dos estudantes da FAU deflagra greve estudantil em apoio aos professores